fbpx

Carregando...

Como viver a vida de verdade?

  • Home
  • Como viver a vida de verdade?
Shape Image One
Como viver a vida de verdade?

O que buscamos na vida? Saúde, dinheiro e amor? Esse é o pacote predileto da maioria. Mas será que basta? Como os desejos humanos são tão complexos, chegamos à uma velha questão: não basta nos sentirmos bem, queremos também ser magros, jovens, sarados, irresistíveis! São os tais dos desejos humanos. 

        E o desejo pelo dinheiro, então? Virou uma neurose. Quando temos dinheiro para pagar o aluguel, a comida e a cerveja do final de semana, logo começamos a sonhar com carros do ano, roupas caras, apartamento chique… e nos perdemos na infinidade de desejos! Entretanto, os bens materiais e o dinheiro só se tornam uma benção, se soubermos aproveitá-los! Saber usufruir do dinheiro com equilíbrio e compaixão é a maior lição da atual pandemia. 

        Essa crise, que nos pegou a todos de surpresa, é uma grande mestra nos ensinando a priorizar, o que é realmente importante para a vida. De repente fomos trancados em casa à força devido a um vírus, e aprendemos coisas que antes não sabíamos na prática! Percebemos que não precisamos de tantos sapatos, tantas roupas e de tantos mil supérfluos, que antes faziam o nosso prazer. Percebemos que as relações e afetos se tornaram vitais diante da reclusão. Percebemos a importância do abraço, do beijo, do afeto.

        Por isso, a dica de todos os estudiosos das emoções humanas é apenas uma: simplifique sua vida! A busca por uma vida com maior significado, mais saúde, humor, fé se torna mais importante. E isso requer um bocado de criatividade!

       Essa é a grande lição. Uma lição complexa, difícil, que requer inteligência emocional para focar no que realmente importa, como o amor, por exemplo. Porém, falar de amor, às vezes é cair no lugar comum. No entanto, não existe sentimento mais revolucionário, principalmente o amor por nós mesmos, que nos impulsiona para as outras realizações. Sem amor somos como zumbis errantes.

        O amor-próprio nos tira da zona de conforto e dos dramas que nos deixam vítimas do mundo. Amarmo-nos , reduzir as expectativas e metas, inventarmos nossas próprias regras, recriarmo-nos, é ter sabedoria para encontrar a porta de entrada para uma serenidade que pode nos levar à felicidade, mesmo diante de todas as crises que estamos vivendo.

       Isso requer uma importante competência chamada transcendência, que é a capacidade de olhar adiante, ter esperança e paciência para saber transformar as dificuldades em oportunidades. Isso é saber Viver a Vida de Verdade – os três V’s que nos motivam! Luz no seu coração.

1 Comment

  1. Que lindo! Muito obrigada, Isa!! Faz refletir… Realmente, tudo isso faz parte da construção de nós, do nosso eu enquanto sujeito de transformação! Saudações cordiais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copyright ©2020 Todos os direitos reservados by Ludis Editora – CNPJ: 04.059.270/0001-29 

Open chat