Carregando...

Autor: Isa Magalhães

  • Home
  • Autor: Isa Magalhães
Shape Image One

A importância da Inteligência Emocional na Educação

     Como cuidar de quem educa? Essa é a grande pergunta do momento. A Síndrome de Burnout, por exemplo, é um conjunto de sintomas físicos e emocionais que atinge um a cada 100 professores, trazendo uma baixa qualidade nas aulas, muitos problemas para suas vidas e mesmo, o afastamento da sala de aula. Como lidar

Os pilares da Inteligência Emocional para a educação.

 A Inteligência Emocional é um dos assuntos mais comentados nos últimos 25 anos, desde que o livro “Inteligência Emocional” do psicólogo Daniel Goleman, foi publicado. Isso porque vivemos em um mundo muito complexo e desafiante, onde as nossas emoções são testadas o tempo todo.       Na profissão de educador, seja professor ou pedagogo entre outras, a Inteligência Emocional

Professor aprenda a aliviar o estresse!

Rotular corretamente nossas emoções, reconhecer o impacto dos pensamentos e sentimentos sobre as emoções e como elas podem afetar nosso comportamento e a saúde física, é o caminho para a qualidade de vida e o bem-estar. Esses são alguns dos resultados quando trabalhamos nossas habilidades socioemocionais, principalmente nesses tempos de pandemia. Quando nos sentimos estressados,

Conheça os pilares da Inteligência Emocional

A aptidão para identificar e entender as nossas emoções e também, as das outras pessoas, chama-se inteligência emocional (IE). Essa capacidade é cada vez mais valorizada no mundo atual, não só pela crise sanitária que estamos passando, como também devido ao tipo de relacionamento que estamos vivenciando no mundo digital, onde a gestão emocional é fundamental.      Isso

Como planejar o ensino Socioemocional integrado ao currículo da escola?

Não existe uma resposta pronta, porque muitas são as possibilidades. No entanto, podemos fornecer algumas ideias. Para estabelecer as diretrizes e ações de um projeto nessa área. É necessário por exemplo, uma avaliação das necessidades da escola quanto às questões humanas e também de aprendizagem dos alunos. Isso porque as emoções impactam diretamente nesse processo. O ensino socioemocional não

As vantagens da Educação Socioemocional na escola

Segundo a Neurociência, as emoções têm importância e impacto direto no processo de aprendizagem. Com isso, podemos dizer que a Educação Emocional e posteriormente, o desenvolvimento das habilidades socioemocionais, impactam direta e positivamente nesse processo. Contudo, existem outros pontos importantes no trabalho com as emoções, que são a melhoria no comportamento e a convivência entre os

aluno

Por que desenvolver Inteligência Emocional nos professores?

Todos nós fomos obrigados a nos reinventar no isolamento social. Acredito que ninguém imaginou vivenciar uma “escola remota”. De repente, todos os profissionais, principalmente os educadores, foram obrigados a trabalhar remotamente. O que foi fácil para alguns, foi e continua sendo terrivelmente estressante para outros. O espaço da aula on-line é totalmente diferente do espaço

A importância do protagonismo do aluno

 É evidente que o mundo no século XXI tem constantes transformações que ocorrem de maneira rápida, gerando incertezas sobre o futuro, principalmente para os jovens. Essa nova realidade é complexa, exigindo novas habilidades para lidar com tantas rupturas, como as competências socioemocionais.      Essas transformações podem ser bem explicadas pelo conceito do mundo “VUCA” (acrônimo que

03 Dicas de como educar com afeto

A ansiedade do consumo exagerado e a busca pelo prazer acabam com a saúde do corpo e da alma, gerando muitos conflitos, principalmente na família. Muitos pais focam no trabalho, não pelo prazer da realização profissional, e sim pelo dinheiro e com a desculpa de querer dar o melhor para os filhos. Mas isso é bom? Essa é a

Como viver a vida de verdade?

O que buscamos na vida? Saúde, dinheiro e amor? Esse é o pacote predileto da maioria. Mas será que basta? Como os desejos humanos são tão complexos, chegamos à uma velha questão: não basta nos sentirmos bem, queremos também ser magros, jovens, sarados, irresistíveis! São os tais dos desejos humanos.          E o desejo pelo dinheiro, então? Virou uma neurose.

Planejamento socioemocional baseado na BNCC

A volta às aulas presenciais é importante, mas nada será como antes. Essa realidade inegável mostra que as escolas devem se preparar para esse momento, mesmo respeitando o distanciamento físico. Assim, as atividades em grupo para a reconstrução dos vínculos e exercitar habilidades como a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação serão importantes.

3 Dicas de atividades socioemocionais para sala de aula

A grande maioria dos professores já sabe sobre importância das Competências Socioemocionais para educar nosso modo de pensar, sentir e de nos comportarmos. Assim, a grande questão atual é a de como implementar essa educação nas escolas, porque existem vários modelos. A Ludis, por exemplo, usa uma metodologia própria, baseada na Educação Transcomportamental que visando a integração do pensar-sentir-agir para interagir  com as pessoas, através

Volta às aulas e as emoções dos professores diante da pandemia

       A vida nos oferece muitos momentos que simplesmente não temos como controlar, a exemplo dessa pandemia. O problema é que nós, seres humanos, temos muito medo do desconhecido e por isso mesmo, estamos todos muito ansiosos com essa nova realidade.       Pelo menos 1,5 bilhão de crianças e jovens foram afastados das escolas em mais de

A importância da educação socioemocional para a escola

Por que a Escola deve Investir na Educação Socioemocional?

A Neurociência pesquisou e validou o processo de como o ser humano aprende, e que existem competências importantes para aprendermos a conviver em um mundo cada vez mais complexo. E o desafio das escolas do século XXI será preparar seus alunos para esse mundo, e não apenas ensiná-los conteúdos curriculares, que são importantes, mas que pouco usarão

Ano letivo escolar 2021 e educação socioemocional

As Escolas e o Acolhimento Dos Alunos em 2021

Uma importante resolução foi publicada pelo Conselho Estadual de Educação (CEE) do Ceará, visando a assegurar o cumprimento da aprendizagem e desenvolvimento previstos pela BNCC, para alunos e professores em 2021. É redundante falarmos da pandemia e suas crises, tanto na saúde física quanto mental de todos nós. Sensível a isso, o Conselho Estadual de Educação tomou a iniciativa de

Pensamentos_Negativos_Educação_Emocional

Pensamentos Negativos – Os Vírus da Mente

     “Gente, o lançamento do meu livro me estressou muito! Foi um sucesso, mas tive tanto medo do fracasso que quase enlouqueci!”. Disse a professora quase aos berros, entrando na reunião ansiosa e justificando seu atraso. Ela havia lançado um livro recentemente e estava muito gripada. Será que esses sintomas eram a expressão de suas

BNCC e a Educação Socioemocional

Cérebros brilhantes também produzem grandes sofrimentos. É preciso educar os corações. – Dalai Lama Dalai Lama O aprendizado Socioemocional no contexto educacional necessita de um planejamento bem estruturado com a equipe escolar, os alunos e suas famílias para o seu bom desenvolvimento. As competências são capacidades individuais, que se manifestam no nosso modo de pensar, sentir e de nos comportarmos. São habilidades e atitudes para

EMPATIA – Trabalhando os afetos positivos com as crianças

Muito se fala no poder da Empatia, mas o que é mesmo essa habilidade emocional? Como educar nossas crianças para serem empáticas? Muitas perguntas e respostas variadas. Então, vamos por partes. Primeiro, vamos entender a origem e significado da palavra Empatia, que vem do grego “em+phatos” – entrar nos sentimentos dos outros. Assim, ser empático significa compreender o outro, suas emoções, pensamentos e

Ensino centrado no aluno e nas Competências Socioemocionais

Com a transformação mundial cada vez mais acelerada é um dever dos educadores aprenderem novas competências, não apenas para o aperfeiçoamento pessoal, mas também, para o desenvolvimento de metodologias antenadas com a nova realidade educacional. Podemos usar como exemplo, a aprendizagem centrada na pessoa, que é a base das teorias Rongerianas (Carl Rogers). Uma teoria,

Mudança comportamental, interagindo o Pensar, o Sentir o Agir e o Interagir

Nós somos seres que vivemos em diferentes dimensões, e isso requer diferentes funções para interagirmos com essas realidades diversas, como a física (corpo/matéria), emocional (sentimentos), mental (pensamentos), social (relações) e espiritual (intuição/fé). Essas muitas dimensões tornam nossa vida bastante complexa se não soubermos interagir com elas. Segundo Carl Jung, temos quatro funções psíquicas de interação

A escola e a educação emocional na sala de aula

A última versão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) indicou as competências e os conhecimentos que devem ser ensinados aos alunos do ensino básico, mostrando ainda, que é esperado que ele aprenda a cada etapa. Inclusive no que diz respeito à inclusão da educação emocional no desenvolvimento infantil Segundo a BNCC, a escola deverá desenvolver

Avaliação em Sala de Aula através das Emoções

As escolas estão cada vez mais conscientes de que não podem mais avaliar seus alunos apenas pelo conteúdo ministrado. Vivemos tempos de múltiplas dimensões do conhecimento e da vida, como isso, é importante que a escola promova métodos de avaliação mais sistêmico. E isso só é possível se a escola proporcionar intervenções com programa e

O Drama do Eu Falador e as Crenças Negativas

Todos nós temos vários pequenos “Eus” que convivem fazendo parte da constelação do ego. São várias facetas da personalidade que nos fazem agir de maneiras diversas de acordo com a situação. Alguns desses “eus” quando em desarmonia causam conflito e dão vida ao que eu chamo Eu Falador, e está ligado diretamente aos esquemas mentais

Educando as emoções para uma vida saudável

Nós, seres humanos, temos necessidades emocionais básicas, tais como ter segurança, estabilidade, cuidado, aceitação e vínculos seguros com outras pessoas, diversão e lazer. Entre essas necessidades, precisamos ainda de ter autonomia e sentido de identidade para a liberdade de expressar nossas emoções com autocontrole. Podemos considerar que, uma pessoa psicologicamente saudável, será aquela que consegue

Como viver a raiva de forma positiva

“Gestão da raiva é o processo de aprender a reconhecer os sinais de que você está ficando com raiva, e tomar medidas para se acalmar e lidar com a situação de uma forma positiva. O controle da raiva não tenta impedi-lo de sentir raiva nem te encoraja a segurá-la. A raiva é uma emoção normal

Aprender a ser feliz através da Educação Emocional

Como aprender a ser feliz? Muitas pessoas acreditam que se estiverem alegres, estarão felizes! Será verdade? Não. Primeiro de tudo, a alegria é apenas uma emoção, como tal, passageira. Já a felicidade poderá se tornar um estado de espírito, se assim, você conseguir descobrir seu jeito de ser, algo muito individual. Para isso, o caminho

Descobrindo a felicidade! Propósito de vida e educação emocional

Todos nós, seres humanos, buscamos a felicidade. Mas a grande questão é saber o que realmente significa ser feliz. Somos tão diferentes uns dos outros e tão iguais! As diferenças estão nos valores e crenças que nos faz olhar e entender a vida por ângulos diferentes. Mas a igualdade nos irmana, afinal, temos um corpo

Pedagogia Sistêmica, quando o amor é a regra

O amor, como disse Humberto Maturana (1997), filósofo e biólogo chileno, é o único sentimento revolucionário capaz de manter acesa a chama da vontade de mudarmos o mundo, e construirmos melhores situações sociais, onde a violência de todas as ordens, físicas, psíquicas e sociais sejam, se não abolidas, no mínimo melhoradas. Essa é a proposta

Qual a diferença entre Educação Emocional e Inteligência Emocional

Muitas pessoas confundem Educação Emocional com Inteligência Emocional – IE. As duas estão interligadas, mas a primeira é o meio e a segundo é o fim. Por exemplo, não é possível obtermos uma educação emocional eficaz enquanto não tivermos consciência do nosso temperamento, a base do modelo emocional e consequentemente, apoia as competências da Inteligência

Educação Transcomportamental – Formando o ser integral

Muitos pesquisadores sociais acreditam que raiz da maioria dos problemas atuais está na crença de que somos seres individuais e separados de tudo a nossa volta. Essa crença origina doenças psicoemocionais como o egoísmo, medo, desconfiança, ódio. Desequilíbrios emocionais que nos levam a conflitos, violência e a competitividade desenfreada e desleal, onde as pessoas se

Copyright ©2020 Todos os direitos reservados by Ludis Editora – CNPJ: 04.059.270/0001-29 

Open chat