fbpx

Carregando...

Ensino centrado no aluno e nas Competências Socioemocionais

  • Home
  • Ensino centrado no aluno e nas Competências Socioemocionais
Shape Image One
Ensino centrado no aluno e nas Competências Socioemocionais

Com a transformação mundial cada vez mais acelerada é um dever dos educadores aprenderem novas competências, não apenas para o aperfeiçoamento pessoal, mas também, para o desenvolvimento de metodologias antenadas com a nova realidade educacional.


Podemos usar como exemplo, a aprendizagem centrada na pessoa, que é a base das teorias Rongerianas (Carl Rogers). Uma teoria, que apesar de ter mais de 50 anos, torna-se contemporânea ao se destacar como uma das formas importantes de ensino e aprendizagem significativa em nosso tempo. Um fator relevante para o desenvolvimento do aluno em sala de aula, sob a influência do(a) professor(a)- mentor(a), que sabe usar incentivar e ensinar seus alunos de acordo com as suas capacidades e temperamentos.


Segundo Carl Rogers, a aprendizagem é regida por princípios baseados em indagações e afirmações, onde os alunos e professores compartilham o mesmo interesse. Ou seja, a aprendizagem depende de alguns fatores para a internalização do conteúdo, como a adaptação, assimilação e organização dos conhecimentos, tanto a nível cognitivos quanto emocional.
A aprendizagem significativa, que provoca tanto transformações na didática escolar como nos alunos, é uma experiência teórica e prática que capacita o aluno a se tornar um agente direto de seus conhecimentos e aprendizados, uma competência importante nesses novos tempos de ensino híbrido.


Os professores-mentores tornam seus alunos responsáveis pela própria história, através de um processo construtivo do conhecimento, adaptando as novas formas do saber para incentivar seu aluno a buscar uma maior qualidade e responsabilidade na participação desse processo.
O(a) Professor(a)-Mentor(a) também usa os Projetos Pedagógicos baseados nos currículos organizados de acordo com a indicação da BNCC (Base Nacional Comum Curricular), que indica a importância da integração dos saberes cognitivos e socioemocionais através das metodologias de ensino.

Nesse processo, entender e usar as competências socioemocionais para organização dos conteúdos e aulas, torna a relação professor-aluno mais profunda e positiva, onde todos ganham: escola, professores, alunos e familiares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright ©2020 Todos os direitos reservados by Ludis Editora – CNPJ: 04.059.270/0001-29 

Open chat