Carregando...

Por que desenvolver Inteligência Emocional nos professores?

  • Home
  • Por que desenvolver Inteligência Emocional nos professores?
Shape Image One
Por que desenvolver Inteligência Emocional nos professores?

Todos nós fomos obrigados a nos reinventar no isolamento social. Acredito que ninguém imaginou vivenciar uma “escola remota”. De repente, todos os profissionais, principalmente os educadores, foram obrigados a trabalhar remotamente. O que foi fácil para alguns, foi e continua sendo terrivelmente estressante para outros. O espaço da aula on-line é totalmente diferente do espaço presencial.
  Por isso, para os profissionais da educação, a situação é um pouco mais complexa, porque lidam diretamente com os alunos, seres em formação. E se muitos professores eram resistentes a mexer com as tecnologias em suas aulas, hoje estão familiarizados com ferramentas como o Zoom ou Google Meets.
  No entanto, como grande parte dos profissionais da educação foi obrigada a aprender a lidar com as tecnologias de forma rápida, o estresse bateu forte. Por isso a importância de falarmos sobre a inteligência emocional dos professores. Uma inteligência capaz de ajudar as pessoas a lidarem melhor com todas as mudanças.
      É preciso cuidar dos educadores, ensiná-los a reconhecerem, compreenderem e regularem suas próprias emoções. Esse processo os ajudará a lidar com o esgotamento emocional e físico, pois ao demonstrarem níveis mais elevados de empatia para com os alunos, incentivando a comunicação afetiva, terão maiores condições de paciência para criarem ambientes de aprendizagem seguros para todos.
   A inteligência emocional capacita os professores a cooperarem em prol de um objetivo comum, a dialogarem e negociarem os conflitos de maneira construtiva. Isso será fundamental para lidarem com as situações relacionais difíceis, como esta que estamos passando devido à Covid.
  Quando as aulas presenciais voltarem à normalidade, essas competências serão ainda mais essenciais, porque teremos uma situação de pós-estresse na escola, com alunos mostrando suas emoções através de comportamentos letárgicos ou acelerados demais, e serão os professores que estarão na linha de frente desse processo.
  Assim, é dever das escolas oferecerem treinamentos emocionais para todos os funcionários como a preparação de acolhimento. É preciso que todos saibam processar seus sentimentos e experiências para saberem acolher os alunos e suas famílias diante do impacto social, econômico e emocional da pandemia.
  Pensando nesse momento difícil para todos, é que a Ludis desenvolveu o Programa de Educação para Educadores, visando a acolher e preparar emocionalmente os professores e coordenadores para que possam também, acolher e ajudar seus alunos e familiares.  

1 Comment

  1. Super importante e diferenciado esse projeto da LUDIS. Parabéns! De fato, há um déficit imenso de capacitação nessa área e, mais do que nunca, será necessário um suporte para vencer este momento e, como dito no artigo, superar o que virá depois no cenário pós-estresse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copyright ©2020 Todos os direitos reservados by Ludis Editora – CNPJ: 04.059.270/0001-29 

Open chat